Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mãos Cheias de Nada

Retalhos dos meus dias tristes...

Mãos Cheias de Nada

Retalhos dos meus dias tristes...

22.Dez.16

Treason & Trust

Inês Santos
  Traição. Assunto delicado. Difícil. De que pouco se fala abertamente. E não se trata apenas da traição no seu sentido mais universal, a infidelidade. A traição afecta qualquer tipo de relação, conjugal, social, familiar, profissional. Afinal não traímos apenas o nosso parceiro, traímos amigos, colegas de trabalho. A família. Traímos das mais diversas formas, até a nós próprios e muitas vezes nem temos consciência disso. Traímos quando fingimos que está tudo bem, (...)
16.Ago.16

Alice in Wonderland

Inês Santos
   Fecho os olhos e imagino-te. Fecho os olhos e sinto o teu respirar quente na minha pele húmida.Fecho os olhos e oiço o teu sussurrar no meu ouvido. As tuas mãos percorrem-me o corpo vibrante e a tua língua aveludada embala-me numa doce melodia inebriante. O ímpeto do teu desejo liberta o meu corpo ardente. A ousadia das tuas palavras causa um delírio vertiginoso e os corpos fundem-se nas labaredas de um amor inacabado.Embriagas-me as noites e a dança envolvente dos nossos (...)
23.Abr.16

Lost

Inês Santos
  Perdi-me?Não…pelo contrário…encontrei-me…Preferia que assim não fosse…tenho o olhar vazio… e as mãos cheias de nada.A dor aperta-me o peito e sufoco nas palavras que não posso pronunciar…Gostava que conseguisses ler para lá do fundo dos meus olhos e sentisses a imensidão do meu desejo…Apaixonei-me…perdi-me…e encontrei-me…nas tuas mãos, no calor do teu corpo, na paixão dos teus beijos…dizer-te? Não, não o faço. Não preciso, não devo, ou simplesmente (...)