Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mãos Cheias de Nada

Retalhos dos meus dias tristes...

Mãos Cheias de Nada

Retalhos dos meus dias tristes...

01.Jun.16

Sem coragem

garganta1.jpg

 

Hoje sinto-me a sufocar…

Sinto-me sem forças…vulnerável…expus-me e fui usurpada…

À frente dos meus olhos, secos e tristes, passam imagens de mil vidas sofridas, mil vidas vividas com dor, ou meros rascunhos de amores…mas cheias de esperança…esperança de um dia diferente, com um sorriso rasgado, um olhar flamejante, um abraço arrebatador…

Reinventei-me tantas vezes …recomecei…contornei obstáculos, venci batalhas…voltei a sonhar…mas os sonhos fogem me debaixo do pés como que arrastados por uma chuva que cai impiedosamente…chuva que me gela o corpo e alma…mas que me lava as lágrimas e a dor… São mil vidas sim. Mil vidas num momento, sem igual, sem par…

Pergunto-me se é mais uma queda, mais uma desilusão, mais uma ferida para sarar…Perguntas, questões, dúvidas…Dúvidas que são fel, veneno, que me gela o sangue e me rasga a garganta…Dúvidas que me sugam a energia, a luz, o calor…

De coração vazio, olhar macilento, busco a força escondida que me esmaga o peito…

Mas hoje sinto-me a sufocar…